A expressão “arte grega” engloba as expressões culturais, arquitetônicas, de pintura, de escultura, de literatura, de teatro, etc. do período que se inicia na Idade do Ferro (séc. XI a.C.) e vai até o final do séc. I a.C.

A Arte Grega têm em seus deuses figuras inteligentes e justas, dedicadas ao bem-estar da população. O diálogo com a vida presente é recorrente nas manifestações dos artistas, que se utilizam da natureza na busca pela manifestação artística que visa a perfeição e a harmonia perfeita. Entre alguns pontos-chave que caracterizam a manifestação artística grega estão: o interesse pelo homem; a beleza; o racionalismo; e a democracia.

Arquitetura Grega

No que se refere à arquitetura, temos nas edificações e templos – edificados a partir do século VII – as expressões pelas quais se têm maior interesse. Por serem politeístas e acreditarem na semelhança entre os homens e os deuses, observa-se uma cultura religiosa única no mundo, o que refletiu em seus templos distribuídos em todas as cidades gregas. Entre os principais monumentos arquitetônicos gregos está o templo do Partenon em Atenas.

arquitetura grega

Existiam três estilos que podem ser divididos nas arquitetura grega. O Coríntio era pouco utilizado pelos arquitetos gregos, e se caracterizava pela grande quantidade de detalhes. Os capitéis das colunas eram normalmente decorados com folhas; O estico Jônico representava a graça e o feminino. Sua coluna possuia um fuste mais delgado e não se firmava diretamente sobre o estilóbata, e sim sobre uma base decorada. O capitel era constituído por duas espirais unidas por duas curvas; Já o estilo Dórico – era simples, maciço e traduzia a forma do homem. O fuste da coluna era monolítico e grosso, e o capitel era uma almofada de pedra. É mais antiga das ordens arquitetônicas gregas, a ordem dórica, e demonstra uma idéia de solidez e imponência.

Pinturas Gregas

Em relação à pintura, os vasos cerâmicos gregos são os principais cenários. A harmonia e o equilíbrio das pinturas, muitas vezes pretas e em forma de silhueta, geralmente tinham motivos geométricos ou vegetalistas.

pintura grega

Escultura Grega

Quando o assunto são as esculturas, observa-se um cuidadoso estudo das dimensões do corpo humano e uma tentativa de expressá-la com muita fidelidade. O antropomorfismo teve na Grécia seu período de auge, com a perfeição na escultura das formas e o movimento. A temática religiosa foi muito presente neste tipo de expressão cultural, juntamente com situações cotidianas e até esportivas (ligadas às Olimpíadas). O realismo das esculturas – que contavam com detalhes do corpo humano, como nervos, músculos, veias, entre outros – fazem delas legítimas obras de arte. Entre seus principais artistas, Praxíteles, Policleto, Fídias, Lisipo e Miron.

escultura grega

Teatro Grego

Em relação ao teatro, foi nesta época que temos a criação da comédia e da tragédia, que aparece como textos em que os costumes, instituições e dilemas da existência eram discutidos através da elaboração de narrativas e personagens muito elaborados. Édipo Rei de Sófocles é uma das mais famosas.

teatro-grego

Em suma, as enormes contribuições deixadas pela arte grega são de inegável valor, representando uma arte que até hoje é admirada e reconhecida ao redor do mundo. Os gregos deixaram, sem dúvida, um legado cultural riquíssimo, que merece ser estudado detalhadamente para que as novas gerações possam aprender cada vez mais com esta manifestação artística tão rica.